sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Don't Like

Já vos disse que estou farta do Facebook?
...Ou melhor: já vos disse que estou farta de estar viciada no Facebook?
É verdade. Já não tem piadinha nenhuma. Aquelas frases e pensamentos luminosos dão-me vontade de vomitar...as referências às estrelinhas anunciando a morte de alguém próximo...os recados e recadinhos mal disfarçados...as fotos colocadas de forma estratégica...tudo me soa a falso e a tempo mal ocupado. As notícias (que já toda a gente sabe), os vídeos, as músicas... os estados partilhados que competem entre si: eu sou mais feliz do que tu! Eu divirto-me mais!! Olha as minhas fotos a curtir....
Contra mim falo que já dei por mim a partilhar e a des(partilhar) sucessivamente.... a expor demasiado aquilo que devia ser só meu...mas o que me chateia mais é que, apesar desta aversão crescente, não passo um dia sem ir lá, sem espreitar aquilo que me interessa... e a decisão de desactivar a minha conta é sucessivamente adiada.
É de facto, um verdadeiro vício.

E depois chateia-me outro tipo de falsidade. Aquelas pessoas que dizem mal do FB, que dizem que nunca lá vão ou que criticam o facto da outra pessoa partilhar coisas com regularidade mas, que se percebe que vão lá todos os dias...vêem tudo, não comentam nada, mas sabem tudo!

Hoje recebi uma mensagem... posso dizer rídicula. Alguém que se "encantou" por mim (...), agora vejam, através da minha foto e daquilo que a privacidade do meu perfil permite alguém alheio espreitar. O que é isto?!?


Mas eu não sou melhor do que ninguém. Aqui no Blog ou no FB continuo a escrever sobre mim, aquilo que quero, a partilhar sobre aquilo que é meu...a diferença não é nenhuma. Absolutamente.
Mas chateia-me o vício! Tenho a dizer.

Nota: vou partilhar esta reflexão, onde? Onde será?





1 comentário:

  1. Subscrevo integralmente!
    É vício tramado... e eu também o tenho!

    ResponderEliminar