quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Sentimentos confusos

Como é que eu vou explicar-vos esta situação que assola o meu espírito? Bom. Vou começar pelo princípio. Qualquer administrador de um blog tem acesso a uma série de informação que um comum visitante não se apercebe. Já aqui mencionei que consigo perceber quantas pessoas me visitam, de onde, através de que sistema operativo e de que plataforma. Para além disso, é possível conhecer as fontes, através das quais, as pessoas chegam até aqui. Através do endereço propriamente dito, do google (sabendo eu as palavras utilizadas na pesquisa), do facebook e, ainda, através de outras páginas que têm de dispor de um link para esta página. Ora, para mim é muito interessante perceber que outros administradores de páginas de internet criaram um link para aqui. Demonstra que gostam mesmo disto e querem apregoar aos sete ventos que vale a pena reter os meus ensinamentos e conhecer as minhas experiências. Tudo má-rá-vi-lho-so! Há umas semanas, no entanto, apercebi-me que uma série de gente vinha aqui ter através de um site... diferente. Como é que eu vou dizer isto de forma suave? Era um site porno! Na verdade, é um site que, para além das fotos e videos que divulgam partes intimas em grande plano, promove o amor. Sim, sim! O amor. Centenas de usuários com fotozinha da face ou do pipi/pilinha que estão disponíveis para o convívio fofinho. Está visto que tive de explorar em pormenor este sítio. Com muita expectativa aguardei por detrás de cada janela, cada comentário ou cada foto a referência à minha pessoa. Juro que até tive algum medo do que poderia encontrar... "Vão ao blog Pedagogia do Terror que passam ali um bom bocado". Bom, recorri ao Eng. Informático da família que, depois de falar muiiiito devagar e com recurso a desenhos me confirmou o que eu adivinhava: alguém tinha de fazer uma referência explicita ao blog ou deveria haver mesmo um link para lá escondido. Não vos posso contabilizar quantos pipis e pilinhas vi, quantos perfis percorri... não encontrei nada! Conclusão: assumi que algum seguidor/visitante meu, em algum momento virtual escaldante gritou Pedagogia do Terror, Pedagogia do Terror!!! De um modo altamente perturbador, cheguei mesmo a sentir algum orgulho. Se consigo proporcionar o prazer através destes textos, tenho o mundo a meus pés! E agora o problema: de repente, desapareceram as visitas através do dito site! Afinal foi mau?!

Surpresa.
Expectativa.
Medo.
Orgulho.
Desilusão.


2 comentários:

  1. Ahhahahaahhahahahhahahahahahhahaha M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O ahahhahahahahahhahaha

    ResponderEliminar