segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Meu papá

Talvez um dia terei capacidade de escrever aqui sobre o meu pai. Talvez conseguirei escrever um texto bonito que vos dê um ínfimo vislumbre... Escrevo agora porque acabou de morrer. Porque ainda sinto o seu cheiro e ainda o ouço a chamar-me. Pedindo ajuda... Escrevo porque não consigo adormecer. Porque não o consegui ajudar. Talvez tenha conseguido, não sei. 

5 de Agosto. 03h00

54 comentários:

  1. entrei hoje neste blogue pela primeira vez... não consigo evitar deixar uma inútil palavra de força e coragem. a dor nunca passa, mas o tempo ajuda aceitá-la com outra tranquilidade.

    grande, grande abraço.
    Sofia T

    ResponderEliminar
  2. E eu, que hoje, pensei tantas vezes em ti... um grande, grande beijinho...

    ResponderEliminar
  3. tenho muita pena, sinto muito. Ainda não sei o que é perder um pai mas pelas tuas palavras percebo que é doloroso, cruel e que ficamos perdidas.
    deixo-te um beijinho grande

    Maggie

    ResponderEliminar
  4. Os meus sentimentos. E digo que é um dos meus maiores medos....mas sei quem um dia....enfim!!! bjoka

    ResponderEliminar
  5. Lamento muito. Há coisas que não estão nas nossas mãos. De certeza que fizeste tudo o que podias. Grande beijinho.

    ResponderEliminar
  6. Passei o dia a pensar em ti, no Rui, no Pedro e no João.
    Bolas... :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Tété! Sei que adoraste o meu abraço... Bj

      Eliminar
  7. Não consigo deixar de comentar.. desejo a maior força para enfrentar o momento. E claro que fizeste tudo o que podias, fica sempre esse sentimento, mas tenta recordar os bons momentos são esses que têm de perdurar para sempre .
    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Ola, o que dizer, e uma dor forte, sei o que digo, pois vai fazer dia 30 de agosto dois anos que perdi a minha mae, mas para nos mantermos "vivas" temos de nos lembrar de td o que de bom passamos com eles,e que fizemos td por eles. A dor nao passa, so muda a maneira como a sentimos. Forca

    Silvia amaro

    ResponderEliminar
  9. Garanto-te que conseguiste ajudar, e muito...

    ResponderEliminar
  10. Também o meu pai já partiu. Achei-me demasiado nova para ser orfão. Gostava que tivesse conhecido as minhas filhas. Lamento a sua perde porque, infelizmente,sei o que está a sentir.

    Um beijo e um abraço apertado.

    Sandra / Funchal

    ResponderEliminar
  11. Sou visita assídua há muito tempo mas nunca me pronunciei... só ria.
    Hoje deixo um abraço desconhecido mas sentido.
    Lamento muito.
    Coragem e boa memória para recordar o bom homem que decerto era, é o que te desejo.

    ResponderEliminar
  12. Um grande beijinho e muita força!

    ResponderEliminar
  13. Lamento tanto a sua perda. Um abraço apertado para si e extensivo a toda a família.

    De certo ajudou e fez tudo o que podia.

    Um beijinho com muita ternura

    ResponderEliminar
  14. Boa noite, estou sem palavras... queria deixar-lhe um beijo de apoio. É normal q tenha sentido essa sensação de impotência mas esteve la com ele qdo ele mais precisou... mais uma vez um beijo,estamos consigo

    ResponderEliminar
  15. Daqui a 3 dias, no dia 9, passam dois anos da partida do meu papá...Notícia recebida na praia, pela voz de uma mulher polícia, visto que ele adormeceu para sempre numa casa particular...! Um grande abraço para ajudar neste momento em que não deve duvidar de que fez o que estava nas suas mãos...

    ResponderEliminar
  16. Abracinho apertado, super-mãe terrorista. Já não vinha aqui há uns tempos... estou triste por ti. Beijo e força.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Snail! A Super-mãe anda meio fraquinha...

      Eliminar
  17. A dor não vai passar nunca!!!
    A saudade vai aumentar sempre!!!
    Mas tudo o resto fica ... vais continuar a sentir o seu cheiro e a ouvir a sua voz ... o coração e o amor têm destas coisas!!!
    O meu papá partiu há quase 20 anos e ainda o sinto por perto! Ainda chamo por ele, ainda falo com ele quando preciso de um conselho ou de uma palavra amiga!!
    E em todos os meus dias nestes 20 anos ... pensei nele e senti saudades dele!!!
    O teu pai partiu, mas contigo ficou uma parte dele e ele levou também uma parte tua!!
    A dor vai transformar-se com o passar dos anos, numa dor mais contida e mais tranquila!!!
    O tempo, de certa forma vai ajudar-te!!! E tu vais aprender a lidar e a viver com esta perda!!!
    Agora, aviso-te que não é um percurso fácil!!! ...
    Tem força!!! E acredita que és uma mulher forte!!!
    Um beijo enorme
    ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Ana, pelas tuas sábias palavras! Beijinho

      Eliminar
  18. Sei muito bem o que isso é, já lá vão 6 anos.
    Força! um abraço enorme.

    ResponderEliminar
  19. Estou há dois dias para te dizer alguma coisa. Um nó na garganta tem-me impedido.
    Quero que saibas que estou aí, se te apetecer um café, um vernáculo e um abraço apertado.

    ResponderEliminar
  20. A única coisa que consigo dizer é que lamento muito. E deixar-te um beijinho e um abraço muito apertado. Força!

    ResponderEliminar
  21. Um beijo enorme, apertado com força e amor!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  22. Sentimentos de pesar pelo passamento fisico do seu pai, Pedagogia do terror. Como a Sweet me, tenho mais de uma dêcada de similar experiência e o eternizei dentro de mim e nas N memórias que ele aplicou-se a construir comigo. Os momentos saudosos viverão consigo e o sentirá, verá, oivirá... Para todo o sempre.
    Ouso dar-lhe um ((((((Abraço)))))) (virtual) de Força nessa hora dificil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito, muito obrigada! Os dias passaram, os papeis, burocracias... O choque... E parece que a dor se instalou! Obrigada pelo carinho! Beijinho

      Eliminar